UNIFAE ADERE AO SETEMBRO AMARELO

Com objetivo de alertar a população a respeito da realidade do suicídio no Brasil e suas formas de prevenção, a UNIFAE está participando da campanha Setembro Amarelo. Segundo a Organização Mundial da Saúde, pelo menos 90% dos casos podem ser prevenidos porque estão associados a psicopatologias diagnosticáveis e tratáveis, principalmente a depressão.

 

Pensando nisso, o Centro Acadêmico de Psicologia, em parceria com a Liga Acadêmica de Psiquiatria, formada por estudantes de Medicina, está realizando atividades com o tema: “Suicídio: Falar é a melhor opção”.

 

 

No sábado (23), os estudantes foram até a Praça Joaquim José, no centro de São João da Boa Vista para fazer um trabalho de atendimento à comunidade. “Os nossos alunos estão dando oportunidade às pessoas de falarem sobre aquilo que as afligem. Quando uma pessoa desabafa e tem quem a escute e oriente, ela já se sente melhor e fortalecida para lidar com os seus problemas”, explicou a coordenadora do curso de Psicologia da UNIFAE, Profa. Me. Maria Carla Borges Sorbello.

 


Luiz Augusto Araújo, do último semestre do curso, explica que algumas frases podem sinalizar que nem tudo vai bem: “Se alguém diz que quer ir para longe, largar tudo, está cansado da vida, é indício de que precisa de ajuda. ”

 


ATENDIMENTO PSICOLÓGICO – As pessoas que estão passando por problemas psicológicos e não têm recursos financeiros para o tratamento, podem procurar o NEAP (Núcleo de Estudos e Atendimentos em Psicologia), onde alunos do último semestre, supervisionados pelos professores de Psicologia da UNIFAE, realizam atendimentos gratuitos nas áreas de Psicologia Clínica, Psicologia Educacional, Psicologia do Trabalho e Psicologia Comunitária e da Saúde.

 

Para se inscrever, o interessado deve procurar o NEAP, que fica na Av. Dr. Oscar Pirajá Martins, 545, com carteirinha do SUS em mãos e um documento de identificação. Mais informações pelo telefone: (19) 3636-3321

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *